Rafting - Modalidade
Image

Excitante, acelerado, emocionante e mesmo relaxante...

o Rafting é tudo  isto e muito mais.O Rafting pode ir desde a uma aventura desafiadora a  uma viagem calma de barco, que permite apreciar um cenário espectacular. Basta uma única viagem e estás pronto para ficares  viciado. Os nossos rios são recheados de beleza, aventura e  acessibilidade para qualquer um com um sentido de aventura e gosto por actividades de ar livre. Não é necessária qualquer experiência, pois os guias orientarão a tua pagaia através de água revolta, por entre  rochas e ondas.

Em que consiste?
O rafting é um dos chamados desportos de aventura que mais êxito alcançaram em todo o mundo. Rafting consiste em seguir o curso de um rio caudaloso através de suas quedas e desníveis acentuados que fazem os rápidos de alta montanha num raft insuflável. Em cada raft podem ir de 4 a 10 pessoas mais o guia. É nesse Raft que os participantes irão descer o Rio, por entre rochas e rápidos, umas vezes calmamente outras nem por isso.
Praticar rafting num fim de semana requer alguns procedimentos básicos, geralmente dados pelo Guia responsável. É ele quem vai na parte de trás do raft, transmitindo comando aos remadores.

Esses remadores vão participar activamente na "condução" do Raft, seguindo à risca as indicações do Guia, se o grupo não cooperar o guia não consegue fazer milagres. O grupo a bordo do raft deve estar sempre atento às instruções do líder e remar em sincronia e obediência, as ordens do guia nunca devem ser postas em causa mesmo que estas sejam contraditórias, se isso acontecer a entrada do rápido ou no meio deste é o suficiente para desconcentrar o guia e o raft seguir o percursos errado podendo ir para em cima de uma rocha " engravatar " ou até mesmo virar a embarcação "capotar o raft ".

Lembramos que rafting é um desporto de equipe, onde todos remam e participam activamente na condução do raft. É uma actividade de carácter físico mas também exige muita coordenação e espírito de equipe para levar o Raft a bom porto.

Os rios e a sua classificação
Os rios são classificados, de acordo com a sua dificuldade, de I (fácil) a VI (sobrevivência duvidosa). Esta classificação também difere se é de um rio de volume de agua ou técnico com muitos obstáculos. A classificação depende da velocidade da água, do percurso e do volume de água do rio, por isso, o mesmo rio pode ser mais emocionante na época de cheia do que em época seca.

Os noviços nunca devem  aventurar-se mesmo em rios de nível II, sem alguém mais experiente, pois o rio nunca deve ser subestimado,  os rios classificados entre os níveis III e V requerem uma grande perícia e experiência, ou então requerem pessoas experientes e profissionais para liderarem a descida. O nível VI é a derradeira experiência.

Tipos de Embarcações
Diferentes rios e níveis de água requerem uma variedade de barcos.

O típico Raft insuflável varia entre os 4 e os 6 metros e meio, e transporta entre os 4 e os 10 passageiros. Feito de um material resistente chamado hypalon (tecido de fibra de poliéster, revestido com borracha de neoprene, altamente resistente à abrasão. Algumas marcas utilizam também revestimentos de PVC ou uretano). O Raft é escolhido de acordo com o nível do rio; um raft muito pequeno pode não ter muita estabilidade em alguns locais, por exemplo.

Existe o denominado Kayak-Raft, também insuflável, que mede 1m de largura e 3 de comprimento. Flexível e bastante manobrável, é estável e fácil de controlar. O Kayak, é característico pelo seu peso muito leve, pela elevada capacidade de manobras e é feito de PVC (plástico). Mais pequeno, mais eficiente nos movimentos e de resposta quase imediata às nossas "ordens" do que as canoas, o Kayak permite ao remador a liberdade de "surfar" nas ondas, brincar nos rápidos e rodar sem se afundar.

O Safety kayak é utilizado em rios de nível acima de III, em que um kayak fica em local estratégico para dar apoio em caso de resgates e acidentes.

 

Equipamento Individual


Todas as pessoas dentro do raft usam coletes salva-vidas, capacetes e remos, sendo sempre acompanhadas por um guia experiente.

Sapatos que se possam molhar

O mais aconselhado são as ditas sapatilhas de neoprene, mas por vezes não há necessidade de as comprar de propósito. Desta forma, o nosso conselho são os famosos e resistentes Ténis de lona. As sandálias de rio não são nada aconselháveis porque, para além de não protegerem do frio e das eventuais pancadas, não facilitam o nadar em caso de necessidade.

Fato de banho e uma t-shirt

A maioria das empresas em Portugal fornecem os fatos de neoprene para a descida. O mais aconselhado para se usar por baixo do fato de neoperene é um fato de banho e uma t-shit, pois estes protegem do roçar constante do fato, que por vezes se torna bastante desconfortável ao remar e ao movimentarmo-nos.

Uma muda de roupa seca
É essencial que no final da descida se tenha à nossa espera uma muda de roupa seca, toalha, um par de sapatos secos e um agasalho.